Inicio / Polícia / Aeronáutica encontra novos destroços da aeronave que caiu e matou o cantor Gabriel Diniz

Aeronáutica encontra novos destroços da aeronave que caiu e matou o cantor Gabriel Diniz

Foto: PF/SE

Uma equipe do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes (Seripa), órgão da Aeronáutica, encontrou na manhã desta quarta-feira (29) novos destroços da aeronave que caiu e causou a morte do cantor Gabriel Diniz e de dois pilotos.

O acidente foi na última segunda-feira (27) no Povoado Porto do Mato, município de Estância, Sul de Sergipe. O local, uma área de mangue, é de difícil acesso. As causas do acidente ainda não foram esclarecidas.

No final da manhã, o material recolhido foi transportado em um caminhão do local do acidente para Aracaju, distante distante 60 quilômetros. De acordo com o Seripa, o material, composto por peças da aeronave, objetos e documentos pessoais das vítimas, deve ficar na capital de Sergipe.

A equipe, que teve a ajuda de pescadores da região, retirou do mangue pedaços menores da aeronave. Durante toda a manhã, o trabalho foi acompanhado por dois pilotos contratados pelo Aeroclube de Alagoas. A aeronave que caiu pertencia ao aeroclube, e os pilotos que morreram eram diretores da instituição.

Mais cedo, a Polícia Federal informou que outras peças, que chegaram na noite de terça-feira em Aracaju, também serão levadas o Aeroclube de Sergipe, na Zona Norte da capital. G1

Sobre Redação Brasil

Redação Brasil
Somos a Redação Brasil do Planaltino News, diariamente produzimos matérias de parceiros nacionais, estaduais e municipais de todo o Brasil. E diagramamos de parceiros internacionais para o Brasil. Os temas abordados em nossa redação são diversos e neutros. Esperamos que você aproveite nosso conteúdo.

Check Also

Tucano: PM desmonta fábrica clandestina de armas

Equipes do 5º Batalhão da Polícia Militar de Euclides da Cunha e da Companhia Independente …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: