Inicio / BLOG / Suzane e a saída de Dia das Mães. Chocante e judicialmente legal

Suzane e a saída de Dia das Mães. Chocante e judicialmente legal

Foto: Reprodução/Record TV

Toda vez que se anuncia que Suzane von Richthofen vai desfrutar da saidinha temporária da prisão no Dia das Mães e no dos Pais se ergue uma sonora indignação: como alguém condenada por tramar a morte de seus entes pode usufruir do direito? Contradição, talvez, mas juridicamente correta.

A controvérsia deve se tornar maior agora que a 5ª Câmara de Direito Criminal do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) cancelou a punição que a impedia de receber o benefício de saída temporária em datas comemorativas. Ela participou de uma festa de casamento em Taubaté (a cerca e 150 km de São Paulo) enquanto gozava do direito de saída temporária de Natal, em dezembro do ano passado.

A Justiça considerou falta grave. Era obrigatório que seguisse direto para o endereço indicado em São Paulo. A decisão foi revogada, e Suzane estará livre no Dia das Mães.

Condenada a 39 anos de prisão pela morte dos pais, em outubro de 2002, Suzane já cumpriu 16 anos de prisão. Ela se permite desfrutar do benefício, ainda que pareça chocante. Mas a Justiça está aí para ser cumprida e é melhor assim. A revolta, nestas circunstâncias é compreensível, mas ir contra o benefício é perigoso. Abre precedentes contra o direito adquirido de milhares de presos, muitos condenados por pequenos crimes. E neste caso, Suzane não é um exemplo, mas exceção.

Com colaboração do Portal R7

Sobre Redação Brasil

Redação Brasil
Somos a Redação Brasil do Planaltino News, diariamente produzimos matérias de parceiros nacionais, estaduais e municipais de todo o Brasil. E diagramamos de parceiros internacionais para o Brasil. Os temas abordados em nossa redação são diversos e neutros. Esperamos que você aproveite nosso conteúdo.

Check Also

Acidente com vítima fatal é registrado na BR-420, em Mutuípe

Dois carros bateram de frente no fim da tarde desta quinta-feira (16), na BR-420, em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: