Inicio / BLOG / Otto afirma que decisão do STF sobre Lula trará ‘impactos imprevisíveis’ ao Brasil

Otto afirma que decisão do STF sobre Lula trará ‘impactos imprevisíveis’ ao Brasil

Foto: Paulo Victor Nadal/ Bahia Notícias

O senador baiano Otto Alencar (PSD) avaliou que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o habeas corpus pedido pela defesa do ex-presidente Lula (PT) terá “impactos imprevisíveis” para o país, sendo ela favorável ou não ao petista. Em entrevista ao Bahia Notícias, ele disse temer que o entendimento do STF se baseie em influência da “grande mídia” e pelo “momento de confronto popular” que se estabeleceu entre quem defende ou é contrário ao ex-presidente. Otto ainda criticou a Corte pela “insegurança jurídica” criada em torno da prisão após condenação em segunda instância. “Em 2009, essa mesma Corte optou por prisão apenas após o trânsito em julgado (quando não há mais possibilidade de recurso contra uma decisão). Em 2016, mudou esse entendimento para possibilidade de prisão após condenação em segunda instância. Espero que se tenha uma decisão que não se mude porque cria insegurança jurídica”, defendeu. O senador ainda demonstrou preocupação com as declarações do comandante do Exército, general Eduardo Villas Boas. Em postagens no Twitter, Villas Boas afirmou que a instituição se mantém atenta “à suas missões institucionais” e compartilha “o anseio de todos os cidadãos de bem de repúdio à impunidade e de respeito à Constituição, à paz social e à Democracia”. Para o senador, a manifestação do general “abalou nossa democracia”. “Considero as declarações gravíssimas. Não podemos viver sob o temor de um novo golpe militar. Infelizmente, o Brasil está em um momento lamentável”, lamentou.  Bahia Notícias

Sobre Redator Amargosa

Check Also

Amargosense assumirá Secretaria de Saúde de Planaltino

Foi publicado no Diário Oficial do município de Planaltino, o Decreto Nº165/2018-Nomeia o Sr. Loran Prazeres …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: