Inicio / BLOG / Após veto da Justiça, produção muda local e peça que retrata Jesus como trans é realizada em Salvador

Após veto da Justiça, produção muda local e peça que retrata Jesus como trans é realizada em Salvador

Após veto da Justiça, produção muda local e peça que retrata Jesus como trans é realizada em Salvador

O espetáculo “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu”, que retrata Jesus como uma mulher trans e cuja encenação foi vetada pela Justiça no Espaço Cultural Barroquinha, em Salvador, na noite de sexta-feira (28), foi realizado em outro espaço da capital baiana após a decisão. A apresentação fez parte da programação da 10ª edição do Festival Internacional de Artes Cênicas da Bahia (FIAC Bahia), que ocupa diversos espaços culturais da cidade. A organização do evento informou que houve uma “tentativa de censura”, mas que, como a decisão judicial, que atendeu a uma ação movida contra a Fundação Gregório de Mattos, responsável pelo Espaço Cultural Barroquinha, não citava o FIAC e nem a produção do espetáculo, decidiu transferir a apresentação para o Instituto Cultural Brasil Alemanha (ICBA), no Corredor da Vitória. Além disso, a organização da peça informou que a decisão da Justiça vetava a apresentação do espetáculo apenas nos espaços da Fundação Gregório de Mattos, o que não é o caso do ICBA. A produção informou que a transferência do local de realização do espetáculo foi realizada em tempo e a peça foi encenada no ICBA pouco depois das 21h. O público que tinha comprado ingressos para ver a apresentação no Espaço Cultural Barroquinha, marcado para as 18h, se dirigiu para o ICBA para ver a encenação. As entradas custaram R$ 15 (meia) e R$ 30 (inteira). Antes da apresentação, ainda conforme a organização do evento, um advogado do FIAC explicou ao público o que tinha acontecido e porque decidiram mudar o local da apresentação. (G1)

Sobre Redator Amargosa

Avatar

Check Also

Bicampeão! Athletico vence o Toledo e define o título do Paranaense nos pênaltis

O Athletico levanta a taça de campeão paranaense pela segunda vez consecutiva. Depois de devolver …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: