Inicio / BLOG / Falsa bomba era bolsa rasgada; vizinha deixou embrulho para assustar desafeto

Falsa bomba era bolsa rasgada; vizinha deixou embrulho para assustar desafeto

Falsa bomba era bolsa rasgada; vizinha deixou embrulho para assustar desafeto

A falsa bomba que foi colocada em frente à Escola Tia Aline na manhã desta quarta-feira (25), mobilizando o Batalhão de Operações Especiais (Bope), tratava-se de uma ameaça de uma vizinha destinada a um desafeto, que não era aluno da escola. A mulher confessou o que fez após a equipe do Bope informar que recolheria o artefato, uma embalagem de presente com uma bolsa rasgada dentro, para coletar digitais. Ela pediu desculpas pelos transtornos e foi levada para a 13ª Delegacia (13ª DT/Cajazeiras). O Bope foi acionado pelo diretor da escola, que relatou a existência de um embrulho com um bilhete indicando tratar-se de uma bomba. O gestor da escola afirma que o material não estava lá no horário de entrada dos alunos na escola. “Esse é um exemplo claro de como as pessoas não estão medindo as consequências dos seus atos. Mobilizar uma equipe policial para este local já é um desperdício de dinheiro público, mas ainda pior é mobilizar todo o aparato antibomba por causa de uma briga pessoal. Essa situação tem que ser tratada com todo o rigor legal e que fique como exemplo para os demais integrantes da sociedade”, alerta o capitão Érico Carvalho, comandante da equipe antibombas do Bope. (BN)

Sobre Redator Amargosa

Check Also

Inauguração do comitê de Dal reúne milhares de pessoas em Amargosa

Milhares de pessoas estiveram presentes na tarde deste domingo (09), na cidade de Amargosa, no …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: