Inicio / BLOG / Prefeitura de Mutuípe vai assumir definitivamente o serviço de leishmaniose

Prefeitura de Mutuípe vai assumir definitivamente o serviço de leishmaniose

Desde o primeiro dia de governo, o prefeito Digão e a equipe da Secretaria Municipal de Saúde não tem medido esforços para sanar os problemas encontrados. O município de Mutuípe é zona endêmica de leishmaniose, por isso é grande o registro de pacientes portadores da doença.

A FIOCRUZ tem um convênio com a Secretaria Municipal de Saúde de Mutuípe para prestar o serviço de atendimento aos casos de leishmaniose no Vale do Jiquiriçá, no entanto, alegando falta de financiamento, os profissionais que prestavam a assistência interromperam o atendimento.

Consciente da responsabilidade, o Governo Respeito e Compromisso com o Povo, na figura do Secretário André Eloy articulou um debate com os secretários de saúde da região no início do mês. Apenas as secretárias dos municípios de Laje e Amargosa mostraram interesse em dialogar sobre o assunto comum à todo o Vale do Jiquiriçá. O encontro marcou o início de uma série de ações que serão colocadas em prática pelas prefeituras.  Os secretários presentes chegaram à conclusão que não seria possível o repasse de recursos públicos das prefeituras para a FIOCRUZ. Contudo, os municípios se comprometeram em subsidiar, em parte, o serviço através de fornecimento de insumos necessários. Um documento com parecer jurídico e exposições de motivos foi enviado para a FIOCRUZ, mas ainda não houve resposta.

Paralelo a isso, algumas frentes de trabalho foram criadas na secretaria municipal de saúde de Mutuípe para estabelecer uma linha de cuidado de prevenção e tratamento da doença.

A enfermeira da rede municipal, Manuela Costa, mestra em leishmaniose, pela mesma Instituição citada, promoveu um minicurso de atualização para as Equipes de Saúde da Família das zonas endêmicas.

Nesta quarta-feira (26), o médico PHD em leishmaniose, Dr. Jackson Costa, pesquisador da FIOCRUZ, visitou o município de Mutuípe para colaborar na implantação definitiva do serviço municipal de leishmaniose. Em reunião com o secretário municipal de saúde e a enfermeira Manuela, ficou definido um calendário de eventos de capacitação e atualização para profissionais de nível superior e médio da rede municipal de saúde.

Dr Jakson Costa foi informado do interesse da atual gestão em realizar educação permanente através da criação de um núcleo e falou com entusiasmo sobre a iniciativa. “A incidência da leishmaniose é inevitável. Esta região é endêmica, fruto da combinação de diversos fatores, entre eles o meio ambiente. Se a gestão municipal não toma a iniciativa de auxiliar à população, corre um sério risco de agravamento desta doença. É louvável este interesse da Prefeitura de Mutuípe. Encarar o problema de frente certamente vai custar bem menos que negligenciar, como fizeram no passado”, disse o médico durante a reunião na Secretaria Municipal de Saúde.

O serviço será implantado ainda neste semestre.

A partir de agora os pacientes com leishmaniose serão acolhidos nas Unidades de Saúde da Família e terão a enfermeira Manuela Costa e Dr Luiz Magalhães como referências na policlínica municipal.

O município oferecerá as condições necessárias para a prestação de um serviço de qualidade, inclusive, com um profissional da área de infectologia.  Todo esse trabalho será supervisionado por Dr  Jakson Costa. Profundo conhecedor da região, o especialista atuou no Vale a partir de 1993, quando foi implantado o serviço do Corte de Pedra, no município de Tancredo Neves e posteriormente em Jiquiriçá de 2003 até 2014. ASCOM/PMM

Sobre Redator Amargosa

Check Also

Amargosense assumirá Secretaria de Saúde de Planaltino

Foi publicado no Diário Oficial do município de Planaltino, o Decreto Nº165/2018-Nomeia o Sr. Loran Prazeres …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: