Inicio / BLOG / Neto tem 100% dos projetos aprovados

Neto tem 100% dos projetos aprovados

O ano de 2016 terminou com saldo positivo para o prefeito ACM Neto (DEM), que teve todos os projetos submetidos à apreciação da Câmara Municipal aprovados pelos vereadores. Considerando que o democrata possui ampla maioria na Casa, já era de se esperar que esse seria o quadro desenhado ao final de sua primeira gestão. Um dos principais, e também um dos mais polêmicos, foi o Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU), aprovado em junho em meio a discussões que transcenderam o Legislativo. De acordo com opositores à matéria, o novo planejamento urbanístico acarretaria a destruição de áreas verdes e a verticalização da orla. Além disso, a oposição questionou que a tramitação não contou com a participação popular. Vereadores como Aladilce Souza (PCdoB), Everaldo Augusto (PCdoB), Hilton Coelho (PSOL), Silvio Humberto (PSB) e Vânia Galvão (PT) votaram contra. Outro projeto crucial para o mandato de Neto foi a Lei de Ordenamento do Uso e da Ocupação do Solo do Município de Salvador (Louos), que estabelece critérios e restrições para a efetivação das propostas do PDDU. A votação foi tensa e marcada por embates e críticas desferidas pela oposição. De acordo com a vereadora Aladilce Souza (PCdoB), o projeto intensificará os problemas ambientais da cidade ao promover o sombreamento da orla e a destruição de áreas verdes. “ACM Neto está passando o rolo compressor na cidade. Os trabalhadores vão pagar o preço. O PDDU e a Louos podem ser chamados de planos imobiliários”, bradou. A oposição mais uma vez reclamou de pouca participação popular e de que as emendas da minoria não foram aceitas pelo relator Leo Prates. Ainda em dezembro, a Casa aprovou, em sessão ordinária, a Lei Orçamentária Anual para 2017 (LOA 2017), contando com adesão de 33 dos 43 vereadores. No valor de R$ 6,7 milhões, a proposta recebeu duas emendas da Comissão de Finanças e Orçamento, presidida pelo vereador Claudio Tinoco (DEM). No mesmo dia, também passou a reforma administrativa feita pelo alcaide e sua equipe, promovendo a exclusão de secretarias, a criação de novas e a reformulação de outras já existentes. De acordo com o Executivo, a expectativa é economizar R$ 104,6 milhões em 2017. Política Livre

Sobre Redator Amargosa

Check Also

Amargosense assumirá Secretaria de Saúde de Planaltino

Foi publicado no Diário Oficial do município de Planaltino, o Decreto Nº165/2018-Nomeia o Sr. Loran Prazeres …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: